Introdução à gramática turca

Uma característica marcante do turco é a sua estrutura de língua aglutinante, cujo princípio é acrescentar sufixos a uma palavra.

Anexando um sufixo a uma palavra o significado pode ser aumentado ou alterado. Isso é uma das razões pela qual você pode expressar coisas complexas em turco apenas com uma palavra.Vejamos um exemplo, a
palavra okullarda:

A primeira parte da palavra (
okul) significa “escola” ou “a escola” (exatamente não podemos distinguir, porque em turco não há artigo definido). O plural de escola é okullar. Okullarda pode ser traduzido como “nas escolas” em português. Outro exemplo é Karşıdakiler, que quer dizer “aqueles que se enfrentam“.

O turco tem uma gramática muito simples e lógica, que parece uma matemática só que de beleza. No geral, a gramática turca é caracterizada por apenas alguns casos excepcionais, o que é muito bom para quem quer aprender turco. Além disso não há gênero e artigo (exceto bir um“, “uma”).

No entanto, o iniciante do idioma deve antes de tudo lidar com a harmonia vocálica.

Harmonia vocálica “pequena”
A harmonia vocálica controla a sequência e as possíveis transformações das vogais nas palavras. 
As seguintes vogais pertencem às vogais escuras:  a, ı, o und u
Eles são formadas na parte de trás da boca.
As seguintes vogais pertencem às vogais claras: e, i, ö, und ü.
Elas são formadas na parte da frente da boca.
 
Use a seguinte tabela para comparar as diferenças entre as vogais claras e escuras pronunciando as palavras em voz alta: 

oda (o quarto), odalar (os quartos) gece (a noite), geceler (as noites)
hanım (a mulher), hanımlar (as mulheres) güneş (o sol), güneşler (os sóis)
hatıra (a lembrança), hatıralar (as lembranças) deniz (o mar), denizler (os mares)

Na formação do plural em turco depende se a vogal anteriror for clara ou escura para adicionar os sufixos –lar ouler.

Depois de a, o, u, ı  = lar

Depois de e, ö, ü, i = ler 
 
A pequena harmonia vocálica ocorre não só na formação do plural em turco, mas também nos sufixos do locativo (-de/-da), do ablativo (-den/-dan) e no caso de dativo (-e/-a ).
Veja a próxima tabela:

Plural ev
oda
evler
odalar
casas
quartos
Dativo ev
oda
eve
odaya*
à casa
no quarto
Locativo ev
oda
evde
odada
na casa
no quarto
Ablativo ev
oda
evden
odadan
fora de casa
fora do quarto

 

Ao acrescentar sufixos a uma palavra o turco evita a colisão de duas vogais. Por exemplo, se a palavra termina em vogal  n, s, ş ou y é inserido entre sufixo e palavra.
Harmonia vocálica “grande”
Isso ocorre quando os sufixos do caso genitivo e acusativo, como em todas terminações dos pronomes pessoais e possessivos, como os numerais ordinais e a partícula de pergunta -mi.
A tabela a seguirexemplos baseado no final da primeira pessoa do singular -im:

a última vogal de uma palavra é a última vogal de uma palavra é
e ou i Sekrterim Eu sou secretária. a ou ı Avukatım Eu sou advogado.
İngilizim Eu sou inglês. Fransızım Eu sou francês.
ö ou ü Şöförüm Eu sou motorista. o ou u Doktorum Eu sou médico.
Türküm Eu sou turco. Rusum Eu sou russo.

Como você pode ver, esses sufixos ocorrem de quatro formas, como nos nossos exemplos encontramos os sufixos im, ım, um, üm.
 
Uma regra para esta harmonia vocálica podemos resumir o seguinte: 
e e i i 
ö e ü ü 
a e ı ı 
o e u u
A tabela a seguir mostra um exemplo da formação dos numerais ordinais:

Cardinal Ordinal
um: bir primeiro: birinci
três: üç terceiro: üçüncü
seis: altı sexto: altıncı
nove: dokuz nono: dokuzuncu

Desejamos um bom aprendizado de turco!

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*